segunda-feira, 3 de julho de 2017

No dia 30 de junho, aconteceu o Arraiá do EBJ.
A festança foi muito animada. Teve brincadeiras, danças e apresentaçoes teatrais.
Nossa biblioteca participou apresentando a peça tradicional do Casamento na Roça, com direito à quadrilha simbolizando o baile do casório.
Foi muito legal!







sexta-feira, 23 de junho de 2017

Doação de David

No dia 21 de junho de 2017, também recebemos das mãos do aluno David Oliveira da Silva (2ª etapa B)3 exemplares de livros, a saber:
1. Memórias de Anne Frank: As lembranças de uma amiga de infância (Alison Leslie Gold) - biografia;
2. O Sol Poente (Lobsang Rampa) - romance inglês;
3. A Incendiária (Stephen King) - romance americano.
Valeu David!
Aproveito para solicitar, de quem tiver e quiser nos doar, O Diário de Anne Frank.


Profª Rosália Oliveira

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Machado de Assis

Hoje, uma homenagem aos 178 anos do nascimento de um dos maiores escritores de nossa literatura. Para mim, o mais completo de todos: Machado de Assis.


Escritor fluminense (21/6/1839-29/9/1908). Joaquim Maria Machado de Assis é considerado o maior nome da literatura brasileira do século XIX. Nasce na cidade do Rio de Janeiro e, de família pobre, passa a infância no morro do Livramento. Órfão de mãe, é criado pela madrasta. Frequenta o curso primário em uma escola pública e aprende francês e latim com um padre amigo da família.
Trabalha como aprendiz de tipógrafo, revisor e funcionário público. Aos 16 anos publica o primeiro poema, Ela, na revista Marmota Fluminense. A partir de 1858 colabora em órgãos de imprensa. É um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras, em 1896, e, no ano seguinte, torna-se seu primeiro presidente. Sua obra de romancista costuma ser dividida em duas fases.
A primeira é marcada pela presença de características românticas na apresentação dos personagens. Desse período são Ressurreição (1872), seu livro de estréia, A Mão e a Luva (1874), Helena (1876) e Iaiá Garcia (1878). À segunda fase pertencem Memórias Póstumas de Brás Cubas (1881), Quincas Borba (1892), Dom Casmurro (1900) e Memorial de Aires (1908).

Nessas obras transparece o interesse pela análise psicológica dos personagens, uma característica do movimento realista. Entre seus contos se destacam Missa do GaloO Espelho e O Alienista. Escreve ainda poemas, crônicas, peças de teatro, críticas teatrais e literárias. Morre de câncer em sua cidade natal.

Gostaria de ressaltar que nossa biblioteca dispõe da coleção completa desse autor, à espera de que nossos alunos venham conhecê-lo melhor.
Aguardo sua visita!

Profª Rosália Oliveira

Projeto de Cartografia

Profesor coordenador: Ivaldo Pantoja - Geografia
Apoio: Biblioteca (colaboração na elaboração do projeto de pesquisa, inscrições, certificação, premiação).
Projeto em andamento.
Aguardando texto e fotos

Doação APL/Amarílis Tupiassú

Hoje, inseri no acervo de nossa biblioteca este exemplar, lançado ontem pela Academia Paraense de Letras. Com autógrafo da autora e tudo. O livro foi doado pelo amigo de nosso "cantinho das letras", o Sr. Pedro Maia (viúvo da profª Maria do Espírito Santo da Conceição, que dá nome à nossa biblioteca).
Doações como esta são muito bem-vindas!
Agradecimentos à autora desta biografia, Amarílis Tupiassú, ao Sr. Pedro Maia e à APL pelo lindo presente.
Nosso muito obrigado!


rofª Rosália Oliveira (por toda a comunidade escolar)

Doação APL/Sylvia e Hilmo

No dia 14 de junho, nossa biblioteca recebeu uma doação da APL, através da pessoa do Sr. Pedro Maia, de 4 caixas com livros do acervo de Sylvia Helena Tocantins e Hilmo Moreira.
Agradecemos a doação.


Assim que eu introduzir os livros no acervo, posto novas fotos com as preciosidades encontradas dentro das caixas.
Aguardem.

Profª Rosália Oliveira

Decoração Junina 2017

No dia 5 de junho deste ano, iniciei a decoração alusiva às festividades juninas para alegrar o ambiente de leitura. Pra não fugir à regra, reutilizei alguns elementos que preparei no ano passado em uma nova configuração e mudei a figura central da ornamentação (antes era o espantalho, agora uma caipirinha).
Acredito que ficou bem bacana!
Algumas fotos:
















Registrando aqui a visitinha recebida no dia 13 de junho, dia de Santo Antônio, da mãe (Andreia de Melo) e da irmã (Vitória Marinho Vieira) do aluno Gabriel Marinho Barbosa. Rendeu até uma fotografia com a decoração:


Profª Rosália Oliveira